FREE

 

F-i-n-a-l-m-e-n-t-e.

 

*pausa de um momento*

Doi-me a cabeça, o pescoço, os olhos, os ouvidos, estou cansada e quero ir dormir mas estou feliz! Feliz e a ouvir música, que é a maior terapia que existe neste mundo. Vim actualizar esta budega, que já não punha aqui os pés (ou melhor, os dedos) à uma semana e picos por causa dos exames.

Hoje foi o último deste ano e foi o que correu melhor, nunca tinha saído satisfeita de um exame. Por favor meu Deus, que nunca te peço grande coisa, concede-me um corrector benevolente, obrigado.

Agora finalmente: liberdade! Acabaram os dias enfiados em casa a estudar e a ter 500kg na consciência quando não estava colada aos livros.

THANK GOD :D sim, estou feliz.

Não estou com grande inspiração para posts detalhados e profundos sobre a existência humana (o quê?! alguma vez fiz isso?!), amanhã logo faço um post de jeito de maior interesse. Tenho mil coisas sobre as quais quero escrever, mas não estou a arranjar maneira de as transmitir. Sabem... o meu cérebro tem um limite máximo de horas de trabalho, e esse limite já foi atingido há umas horinhas atrás (por volta das 11h da manhã, cof...)

 

Essa música é linda.

 

I believe in nothing, not the end and not the start
I believe in nothing, not the earth and not the stars
I believe in nothing, not the day and not the dark
I believe in nothing, but the beating of our hearts
I believe in nothing, 100 suns until we part
I believe in nothing, not in satan, not in god
I believe in nothing, not in peace and not in war
I believe in nothing, but the truth of who we are

♥ feelin':
tags:
publicado por C. às 00:02 | link do post | comentar